A importância de praticar atividade física na gravidez

 In Dicas

Grávidas podem fazer exercícios sim, desde que tomem algumas precauções. Exercícios na gestação, inclusive na reta final dos nove meses, só trazem ganhos. Confira!

Antes de mais nada, que fique bem claro: cada grávida é uma grávida e a última palavra é sempre a do obstetra. Só ele pode dizer o que a paciente tem condições de fazer. Mas, com o sinal verde, a gestante ganha, e muito, se largar o sedentarismo. Engorda menos, não sofre tanto com dores nas costas e nas pernas graças ao fortalecimento da musculatura e tem menos risco de desenvolver diabete gestacional e hipertensão. Sem contar a melhora no condicionamento e no alongamento, o que facilita por tabela o trabalho de parto. Aliás, um mito precisa ser derrubado: longe de se tornar mais frágil, a futura mãe vira uma espécie de supermulher. Ela tem mais sangue em circulação, ganha flexibilidade, alguns sentidos se aguçam.

Em princípio, não há nenhuma contraindicação para os exercícios nessa etapa da vida. E isso vale até para as sedentárias inveteradas. Para estas, por se tratar de um período de intensa adaptação do organismo, vale mais do que nunca a regra de começar aos poucos e fazer uma atividade mais leve, como natação, hidroginástica, ioga, caminhada. Nesse caso específico, os médicos são praticamente unânimes: as mulheres sedentárias só devem dar a largada após o terceiro mês de gestação, quando o embrião já se implantou. Aí, há menos risco de aborto.

Quanto às grávidas que já eram assíduas de quadras e academias, elas só precisam fazer um ajuste no ritmo e na intensidade – mas em geral podem manter todas as modalidades com as quais estavam habituadas, até mesmo a corrida. A intensidade é que deve ser inversamente proporcional ao tempo da gestação, lembrando que no fim da gravidez o barrigão pode, sim, incomodar. O fato é que carregar de 10 a 15 kg a mais, sofrer com inchaços e insonia e ainda ter que lidar com as oscilações de humor talvez não seja nada fácil, por mais que se pregue que é esse o tal momento mágico na vida de toda mulher. Não há uma pílula para combater os transtornos típicos do período, ss exercícios, sim, é que podem ser um santo remédio.

 

Recent Posts

Leave a Comment

Contact Us

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Not readable? Change text.